Introdução a magia oriental

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Introdução a magia oriental

Mensagem  Kenji Kaitou em Ter Nov 15, 2011 3:01 pm

Primeiramente, minha desculpas por uma introdução após uma apresentação, sempre achei que elementos pré-textuais só serviam para aumentar o texto ou para testar a vontade do adepto em conhecer e apreender determinado assunto.Pois bem, aqui está o primeiro teste de vocês, suportem esta introdução e estarão prontos para desfrutar daquilo que tenho desejo de oferecer.
O primeiro assunto que quero eluscidar é que, teorias sobre o destino a parte, o universo é um espelho do nosso interior (macrosmo e microsmo), e se isto chegou até seus olhos, só existe uma explicação...está na hora de iniciar o caminho da alma elevada. Mesmo que não leia todos os tópicos deste forum e mesmo que não entenda tudo que vai ser falado aqui, mesmo que não aceite e critique...algumas das palavras aqui contidas irão causar uma transformação no seu self (eu interior) e a partir de agora você se tornará uma pessoa pouco ou muito diferente do que era a minutos atrás. Este processo é conhecido como iniciação...ao contrário do que a maioria dos praticantes de magia pensa, "Iniciação", não é um ritual(cerimônia) poderoso que lhe autorga os poderes sobre os mistérios da natureza...nenhum ritual no mundo tem o poder de despertar suas faculdades ocultas ou lhe tornar um avatar (uma representação de uma força maior encarnada) de uma noite pro dia.
Saint Germain dizia "Eu nasço e morro todos os dias.", essa frase ilustra bem o que é a iniciação...um processo no qual o adepto morre e nasce como uma pessoa nova, transformada...a grande verdade é que estamos sempre em "iniciação" em nossas vidas, eternamente mutantes, estamos em constante modificação, sejam por novas idéias ou sentimentos, no entanto a iniciação de modo mais específico ao nosso contexto se refere a "transformar chumbo em ouro" na alquimia ou "Transformar a pedra bruta na pedra polida" da maçonaria, ou seja, transformar uma pessoa materialista em uma pessoa espiritualizada, alguém que só confia naquilo que seus sentidos lhe orientam ou que confia somente naquilo que sua mente é capaz de cogitar , numa pessoa de mente aberta e confiante de seus instintos , que consegue conciliar a sabedoria da natureza com o poder da mente bem dirigida.
Esse processo de "espiritualização" do homem é algo que leva TEMPO....no sentido que é gradativo. Em todas as culturas era necessário ao neófito (aprendiz) um período de estudo sobre as artes(leia-se magia) antes de sua entrada na ordem, ou seja, antes do seu "ritual de iniciação", porque este se configurava somente como uma cerimônia de apresentação aos outros membros.
Sendo assim nós, após ler essas palavras, e começar a revolução de consciência que culminará no afloramento da sua espiritualidade , iniciamos a sua iniciação.Ao final dos posts espero formar sei hius em plena capacidade para servir a humanidade, confortando-a e se tornando um ponto de luz e farol aos desencaminhados, embora nenhum de nós esteja no topo da montanha, podemos elevar os que estão no nível mais baixo.
Outro ponto que gostaria de deixar bem claro é "quanto as qualidades que o adepto deve requerer", citando Eliphas Levi no seu célebre livro, Dogma e Ritual da Alta Magia.Vou colocar em caixa alta para que todos entendam...QUALQUER UM PODER PRATICAR MAGIA...todos somos canais e fontes de uma energia infinita e poderosa, no entanto, é verdade que na maioria das vezes este canal está trancado e esta energia em muito adormecida, e esté também é um objetivo do presente manual , despertá-la.
O adepto ideal é aquele que tem seu coração livre de ambição e cobiça, que deseja aprender magia, não somente para satisfação pessoal mas também utilizá-la para o outro.Aqueles procuram poder, força ou a realização dos seus sonhos, pesso que parem de ler os escritos agora, não porque esteja errado, desejar ser mais forte e possuir poder, assim como realizar os seus sonhos não é essencialmente ruim, pelo contrário, é saudável, porém não irão encontrar nada aqui escrito que possa lhe trazer essas coisas, e se por ventura acontecer, não estará relacionado isso pelo simples fato de que tudo que temos em nossa vida é ofertado através de condições e permissões, de forma que não só esta forma de magia como nenhuma outra pode lhe dar aquilo que só a força criadora permite ser oferecido a você.
O adepto ideal também deve praticar a caridade, a paciência e a humildade, não por garantirem a "salvação" segundo o cristianismo ou porque espiritos elevados tem essa atitude mas sim por pura prova de inteligência. Aquele que ajuda a seu proximo faz amizades e fecha alianças, torna-se mais prestigiado e possui uma gama maior possibilidades em todos os aspectos da sua vida.Da mesma forma ele também deve ser paciência, porque todo o mundo não foi criado em um dia e conhecer todas as faces de um problema é decisivo na melhor escolha a tomar.Ser humilde também é de igual importância na medida em que sempre há algo melhor, mais belo e mais eficiente.A perfeição é um estado de arte que não existem,um objetivo inalcançável e inatingível, afinal se a mesma fosse fácil, a vida perderia todo o sentido.
Vale ressaltar que da mesma maneira, o sei hiu deve ser rigido, equilibrado, reto e enérgico, para que a paciência não se transforme em comodismo, a humildade em falta de amor proprio e a caridade em ingenuidade.
Para fechar esta introdução, quero comunicar um aviso aos mais revolucionários.É comum que todos falem "se existem seres de tendências baixas e estes infernizam nossa existência, porque nós não acabamos com todo esse mal ?".
Respondo a essa pergunta com uma serie de respostas enumeradas:

1. Não somos juizes de ninguém: Quem somos nós para julgar a falta alheia se nós também somos imperfeitos e cometemos inumeras atrocidades sem nem mesmo nos dar conta ?
2. A escuridão é mais extensa do que se pode cogitar: Os pontos de luz ainda não são suficientes e mesmo que tivessemos almas poderosas o suficiente, a escuridão e espessa e indecifrável, assim como o mundo da luz eterna, e a maioria dos grandes mistérios permanecem ainda velados.
3.Dificilmente grandes ações modificam fatos: Destruir é muito fácil e simpes, no entanto reeducar, transformar , cuidar , proteger, restaurar, o mundo caminhou ao que é hoje por um conjunto de ações menores e não uma única investida.
4.O universo tende ao equilirio: Por mais que na maioria das vezes sejamos instrumento das forças superiores e interiores, ninguém pode prever todas os desmembramentos consequentes de uma ação, cada passo deve ser corretamente pensado, afinal de contas "de boa ação o inferno está cheio".
Para concluir, não pensem vocês que estamos de braços cruzados...NÃO ESTAMOS !!!!! Todos estão incansavelmente trabalhando para construir um mundo melhor, levando a luz onde há escuridão e protegendo os interesses da evolução do planeta.
Aqui termina a nossa introdução , no proximo post falarei sobre a origem da magia e porque os magos , bruxos e ocultistas conseguem realizar atos fantásticos, que na verdade são exaultações daquilo que é natural.
O proximo post é chave para entendimento da técnica dos sei hius, no entanto pesso que a partir da proxima lição leiam um post por semana, a fim de fixar os conteúdos e permitir que a mente de vocês absorvam as nossas mudanças, dando continuidade ao processo de iniciação.

Creditos: Uenzon Iukimura
avatar
Kenji Kaitou

Mensagens : 14
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 20
Localização : teresopolis rj

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum